VIII Reunião de Antropologia da Ciência e da Tecnologia (REACT)

November 22-26, 2021
Deadline abstracts: August 16, 2021

Alianças para outros futuros
Diálogos cruzados na crítica ao capitalismo tecnocientífico

Inventariar vidas tem sido uma prática recorrente da Ciência, do Capital e do Estado, seja em termos de espécies a serem conhecidas, classificadas e catalogadas, produtos a serem desenvolvidos e comercializados ou populações a serem governadas e reguladas. Seres dos mais diversos são quantificados e inseridos em cadeias de produção, convertidos em trabalho precário, insumos, mercadorias e dados. Indústrias e conglomerados financeiros contabilizam florestas em papeis, títulos, cifras e ativos que circulam em escala global. Processos de capitalização movimentam fluxos por toda a parte, conectando o pangolim chinês às ações da indústria farmacêutica, o RNA mensageiro às tecnologias da informação, mutações de vírus à expansão contagiante de ideologias políticas ultraconservadoras.

Continue reading

VIII Reunião de Antropologia da Ciência e da Tecnologia

Novemeber 22-26, 2021

Alianças para outros futuros

Diálogos cruzados na crítica ao capitalismo tecnocientífico

Inventariar vidas tem sido uma prática recorrente da Ciência, do Capital e do Estado, seja em termos de espécies a serem conhecidas, classificadas e catalogadas, produtos a serem desenvolvidos e comercializados ou populações a serem governadas e reguladas. Seres dos mais diversos são quantificados e inseridos em cadeias de produção, convertidos em trabalho precário, insumos, mercadorias e dados. Indústrias e conglomerados financeiros contabilizam florestas em papeis, títulos, cifras e ativos que circulam em escala global. Processos de capitalização movimentam fluxos por toda a parte, conectando o pangolim chinês às ações da indústria farmacêutica, o RNA mensageiro às tecnologias da informação, mutações de vírus à expansão contagiante de ideologias políticas ultraconservadoras.

Continue reading

IX SIMPÓSIO NACIONAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E SOCIEDADE

October 10-16, 2021
Online event

Neste 1º de março ocorreu o lançamento do IX Simpósio Nacional de Ciência, Tecnologia e Sociedade promovido pela Associação Brasileira de Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias (ESOCITE. BR) e organizado por docentes do Programa de Pós Graduação em Ciência Tecnologia e Sociedade da Universidade Federal de São Carlos.  O tema central “Qual interdisciplinaridade queremos? Novas agendas científicas para sociedades em transformação”.

Continue reading

CFS ASA 2021: Sociologies of Science, Knowledge, and Technology in “Revolting Times” (Open Panel)

Session organizers:
Nathalia Hernandez Vidal (Oxford College of Emory University)
Patrick Grzanka, University of Tennessee‐Knoxville
Kelly Moore, Loyola University‐Chicago

Drawing on scholar‐activist Michelle Fine’s ongoing characterization of the present as “revolting times”—marked by incredible forms of inequality and movement‐led uprisings that reflect a desire for profound social transformation—we propose a panel that showcases SKAT scholarship reflective of this moment and its implications for the future of the section. Even as some corners of the sociology of science, knowledge, technology (and medicine) have embraced an interest in the study of inequalities and injustice created through, with, and by technologies, biomedicine, and scientific knowledge production, less SKAT scholarship conceives of SKAT and STS as tools for justice‐making or social transformation.

Continue reading

2021 STGlobal Conference: Science at Service: Building Inclusive Communities

April 16-17, 2021
Online

Abstract Deadline: December 16, 2020 11:59 p.m. PT

Contemporary biological, environmental, social, and political crises expose a pressing need to rethink the sciences’ place and orientation in society. Technological innovation and infrastructures have played significant roles in the ongoing COVID-19 pandemic, the climate emergency, the global rise in authoritarianism, and a widespread expansion in economic and social injustice. As policymakers and publics look to the sciences to help address these problems, it becomes increasingly important to reflect upon the current and proper purposes, uses, and aims of the sciences. What communities and values are served by present research and innovation systems? Which are harmed, undercut, or left behind? Our contemporary crises can be understood as outgrowths of neglect for economically and politically marginalized communities in the scoping and orientation of research; and of inattention to the potential dangers, as well as the benefits, of techno-social innovations.

Continue reading