Grupo Temático 29 Meio ambiente e tecnociência. VIII Encontro da ESOCITE.BR

Belo Horizonte. August 15-17, 2019

Resumos devem ser enviados até o dia 1/5. Mais informações no site do evento: http://www.esocite8.cefetmg.br/.

Coordenadores(as) Tiago Ribeiro Duarte (UNB), Marko Monteiro (UNICAMP), Lorena Cândido Fleury (UFRGS)

Resumo da Proposta

As ciências e as tecnologias são elementos cruciais para a compreensão de questões ambientais, sejam elas de natureza local ou global. As C&T estão presentes desde o momento em que um determinado problema é definido enquanto tal (seja ele mudanças no clima, riscos de rompimento de barragens ou contaminações na água e no solo) até as ações de remediação, mitigação ou prevenção de problemas. Além disso, as tecnociências estão diretamente vinculadas à produção de riscos socioambientais, incluindo aqui a emissão de gases estufa, a construção de grandes infraestruturas que podem levar a desastres ou a produção de resíduos em larga escala. Dessa forma, questões ambientais em geral, e mais recentemente as mudanças globais (que incluem o clima, mas também o transcendem) são um tópico fundamental dos estudos CTS – ciência, tecnologia e sociedade.

Este grupo de trabalho busca reunir pesquisadoras/es interessadas/os, nos entrelaçamentos entre o meio ambiente e as C&T. Isso inclui temas como as disputas em torno de grandes empreendimentos de desenvolvimento (geração de energia, exploração extrativa, projetos agropecuários ou urbanísticos, entre outros); desenvolvimento e justiça ambiental; a definição e comunicação de problemas ambientais e o papel das C&T; as disputas em torno da agenda do clima e sua relação com a política, as C&T e a governança; povos indígenas, quilombolas e outras populações tradicionais e conflitos ambientais; conhecimentos tradicionais, decolonialidade e políticas ambientais; as agendas de pesquisa ambiental e suas relações com a política; as formas de interface entre ciência e políticas públicas nas arenas ambientais; grandes desastres e o papel das C&T na remediação; o entendimento público de riscos socioambientais, dentre outros.

As mais diversas abordagens teóricas e metodológicas são bem-vindas nesse GT, de modo a fomentar um espaço rico e diverso de intercâmbio de ideias.

Source: https://www.facebook.com/groups/2437840499563546/permalink/2638464526167808/